Ministro da Educação recebe diretor das FIO e deputado federal Capitão Augusto

Para apoiar as Faculdades Integradas de Ourinhos na criação do curso de Medicina, Capitão Augusto se reuniu direto com ministro Mendonça Filho

 

As Faculdades Integradas de Ourinhos, as FIO, querem implantar o curso de Medicina. A proposta é aproveitar a estrutura criada para o curso de Odontologia, assim como, os investimentos que a Santa Casa vem fazendo nos últimos anos, criando em Ourinhos um polo de excelência na área médica. “Com a Santa Casa e o Hospital do Câncer temos uma extensão natural da faculdade para que os alunos façam residência médica e pesquisa”, pondera o deputado. “O que ainda ampliaria o potencial de atendimento médico na cidade, sobretudo par a população mais carente”, completou Capitão Augusto.

 

Para implantar o curso de Medicina, no entanto, é necessária a autorização do Ministério da Educação, o que promete ser uma árdua batalha, já que a criação de faculdades de Medicina está restrita no País. Para esse enfrentamento, o deputado federal Capitão Augusto realizou uma audiência esta semana direto com o ministro Mendonça Filho. O deputado ourinhense convidou para esse encontro o diretor das FIO, professor Bianor Colchesqui, que ficou bastante animado com a conversa com o ministro.

 

Capitão Augusto avalia que a recente vitória na conquista do credenciamento do SUS para o Hospital do Câncer de Ourinhos, que permitirá tratar a doença pelo SUS sem que os pacientes precisem sair da cidade, fortaleceu a possiblidade de que Ourinhos consiga também a tão sonhada faculdade de Medicina. “Como deputado federal já estou dedicando todos os meus esforços”, afirmou Capitão Augusto.

Deixe um comentário!

Your email address will not be published.